Balanço da última edição

A 25ª edição do Curso da Escola Brasileira de Hematologia, realizada em Brasília, entre os dias 24 e 26 de setembro, abordou o histórico e tratamento das doenças mieloproliferativas e linfoproliferativas. Roberto Passetto Falcão, coordenador do evento desde a primeira edição, que aconteceu em 1993, abriu o evento com memórias dos cursos anteriores e cada tema abordado. “Neste ano, são 16 palestras com discussão de 16 casos clínicos”, informou Passetto.

Com a presença de grupos de residentes, médicos, biomédicos e patologistas de diversas regiões do país, Belinda Simões, membro do Comitê de Transplante de Medula Óssea da ABHH e professora do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP), fez a introdução sobre doenças mieloproliferativas com foco no histórico de estudos e pesquisas. “Não se sabia antigamente se era clonal ou não, mas quem definiu foi Philip Fialkow, que determinou as quatro doenças mieloproliferativas. Em 1845, foi descoberta a Leucemia Mieloide Crônica, em 1879, a Mielofibrose Primária, em 1982, a Policitemia Vera e 1934, a Trombocitemia Essencial”, ressaltou Belinda.

Também proferiram aulas, Renato Sampaio Tavares, da Universidade Federal de Goiás (UFG); Danielle Leão, do Hospital das Clinicas da UFG; Fabíola Traina e Lorena Pontes, ambas da HCFMRP-USP; Fábio Pires de Souza Santos e Guilherme Perini, do Hospital Albert Einstein; Alexandre Nonino, do Hospital de Base de Brasília; Jorge Vaz Pinto, membro da Coordenação de Emergências Médicas do Departamento Médico da Câmara dos Deputados; e Daniel Mazza Matos, do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (HEMOCE). Além de Roberto Passetto Falcão e Carlos Chiattone, diretores da ABHH.

Para Passetto, vice-diretor científico da ABHH, o evento foi uniforme porque houve combinação de aulas e palestras com discussão de casos clínicos e participação muito grande da plateia. “Todos aprenderam, professores que têm acesso a casos discutidos internamente em cada instituição e que em eventos como esses podem ser abordados e os alunos que voltaram para a sala de aula com mais informações que poderão ser aplicadas no dia a dia dos pacientes”, relatou.

Na aula sobre tratamento de LLC, Carlos Chiattone aconselhou aos jovens médicos a não terem pressa em fornecer o diagnóstico ao paciente, assim como para a decisão de qual tratamento seguir. “Você não decide no primeiro dia, até porque vai afetar a situação inversa, pois na primeira entrevista, dependendo do caso, pode convencer o paciente que não vai precisar tratar uma doença como o câncer”, explicou o professor recém-outorgado pela Santa Casa de São Paulo.

“Sou da época em que a LLC era uma doença que não era tão comum e de evolução quase de acúmulo de linfócitos. Passamos quase os últimos 10 anos com um conhecimento biológico dessa célula que queria aniquilar as doenças linfoproliferativas e isso gerou novas modalidades terapêuticas que mudaram a história natural dessa doença dentro desse conjunto.  Conseguimos estratificar esse tipo de leucemia de forma muito contundente, a ponto de ir com uma gama enorme de medicações de mecanismos diferentes. Começar a nichar os tratamentos têm relevância financeira e isso é uma questão que todos fazemos parte da  decisão sobre como vamos conduzir, pois temos que segmentar e ver qual é realmente o verdadeiro curso para baratear a droga. Devemos participar ativamente”, ressaltou Chiattone.

O tema da 26ª edição, que será realizada em 2016 na cidade de São Paulo, será sobre trombose e hemostasia. “O assunto é muito procurado por hematologistas, mas também por outras especialidades, como cardiologistas, pois são profissionais que podem ter contato com essa intercorrência dependendo do tipo de doença que o paciente é tratado.  Do ponto de vista histórico, será o terceiro curso com essa abordagem que sempre é um sucesso”, informou Passetto.

Para revisar ou ter conhecimento sobre o conteúdo das aulas da 25ª edição do Curso da Escola Brasileira de Hematologia, acesse a loja virtual da ABHH (www.abhh.com.br/store),  que proporciona apresentações de temas relevantes da hematologia e hemoterapia com os principais pesquisadores, professores e profissionais do País.